365 Algarve

Every day counts

18 de maio de 2018 . Faro

A História do Soldado

Este espetáculo faz parte do"33.º Festival Internacional de Música do Algarve (FIMA)” 

Orquestra Clássica do Sul
Narrador: Diogo Infante e Maestro: Rui Pinheiro

A História do Soldado ocupa um lugar de destaque na produção de Stravinsky e na história da música do século XX. Para narrador e ensemble, esta obra acusa a influência de outros géneros (como o Tango e o Rag-time) na música erudita e constitui uma das mais bem conseguidas interações entre diferentes formas de expressão artística – teatro e música.
Uma das grandes obras modernas, com a participação de um dos mais conceituados atores portugueses – Diogo Infante. Um casamento perfeito entre Teatro e Música!
Programa

STRAVINSKY/RAMUZ
A História do Soldado (“L’histoire du Soldat”)

DIOGO INFANTE
Ator e encenador português, nasceu a 28 de maio de 1967, em Lisboa. Começou por fazer teatro amador no Algarve, vindo, mais tarde, para Lisboa, onde frequentou o Conservatório até 1991. Após algumas colaborações com o Teatro Aberto, estreou-se cinematograficamente com Nuvem (1992), de Ana Luísa Guimarães, (…).
Afirmou-se também como um dos jovens valores do panorama teatral português quer como encenador, em Odeio Hamlet (1999), de Paul Rudnick, quer como intérprete, em Sexo, Drogas e Rock N’Roll (2001), de Eric Bogosian.

RUI PINHEIRO
Rui Pinheiro é Maestro Titular da Orquestra Clássica do Sul desde Janeiro de 2015. Entre 2010 e 2012 foi Maestro Associado da Orquestra Sinfónica de Bournemouth (Reino Unido) onde dirigiu mais de uma vintena de programas, destacando os Hall of Fame e as celebrações do Jubileu da Rainha Elisabeth II. Foi Maestro da Orquestra do Conservatório Nacional de Lisboa (2005 – 2008) e em Londres foi Director Musical do Ensemble Serse, companhia de ópera barroca em instrumentos de época, e fundou o Ensemble Disquiet, dedicado à divulgação da música contemporânea portuguesa (2008–2010).

ORQUESTRA CLÁSSICA DO SUL
Fundada em 2002 como Orquestra do Algarve, torna-se Orquestra Clássica do Sul (OCS) em Setembro de 2013, com o objetivo de levar a sua missão às regiões do Algarve, do Alentejo e da Península de Setúbal em Portugal e da Andaluzia em Espanha, oferecendo uma programação diversificada e de elevada qualidade artística.
Composta por músicos de doze nacionalidades diferentes, selecionados em concurso público internacional, a orquestra realiza concertos de música de câmara, ópera, Concertos Promenade (destinados às famílias), concertos ligados a outras expressões artísticas (como jazz, fado, dança, literatura), workshops e masterclasses.

Facebook: FIMA

Eventos relacionados

 
Logo 365Algarve

Subscreva a nossa newsletter para receber os eventos do 365Algarve .

 
Fechar Newsletter