365 Algarve

Every day counts

De 27 a 29 de abril de 2018 . Lagos

Workshop Fotografia Documental

Elisabete Maisão

Este workshop faz parte da 4ª Edição Festival "encontros do DeVIR"

A FOTOGRAFIA DOCUMENTAL é muito abrangente nas suas temáticas, do cultural às viagens, do social/ político aos retratos, conta uma história sobre um determinado assunto, sob o olhar atento de um autor. Vai para além da técnica e do mero registo, torna-se uma ferramenta de reflexão e contemplação e carrega a identidade pessoal do olhar de quem fotografa. 
Neste workshop iremos analisar trabalhos de autores pertinentes na área da fotografia documental e aprender como podemos desenvolver os nossos próprios projetos. 
Para além da técnica e estética fotográfica, exploraremos:

a logística do trabalho de campo
• pesquisa prévia sobre a cultura do local;
• aspetos éticos na abordagem de estranhos que pretendemos fotografar;
• responsabilidade social e respeito imagético dos intervenientes na imagem.

dispositivos fotográficos 
• câmara analógica/ compacta/ reflex digital ou a câmara do telemóvel;
• selecionar o dispositivo adequado a cada identidade fotográfica.
organização do portfólio pessoal e meios a utilizar

para a divulgação dos trabalhos produzidos
• de acordo com os seus interesses, cada aluno será incentivado a desenvolver um projeto pessoal, que será posteriormente analisado.

INFORMAÇÕES

Destinatários:
todos os que pretendam adquirir competências na área
da fotografia documental.

Equipamento necessário:
câmara fotográfica analógica, digital, amadora ou profissional,
ou mesmo um telemóvel.​

INSCRIÇÕES
devir-capa@devir-capa.com
com indicação do nome, idade, contacto telefónico e email

SOBRE​
Elisabete Maisão (Lisboa) fotógrafa e activista. Iniciou a sua carreira na fotografia trabalhando em revistas e eventos de moda e, em 2006, abriu o seu próprio estúdio, Nouvelle Photo. Em 2008 mudou-se para Amesterdão, onde trabalhou no “EYE – Film Institute of Nederlands” e estabeleceu-se como freelancer, continuando a dar formação em fotografia. Em 2011 inaugurou uma nova fase de trabalho, viajando e documentando o dia-a-dia de diferentes culturas, trabalho esse que resultou no seu primeiro livro , "Turning the wheels - Nepal". No final de 2012 trabalhou como fotojornalista no Rio de Janeiro. Integrou a equipa da Magnum, assistindo o fotógrafo David Alan Harvey no projeto “Offside Brazil”, durante a Copa do Mundo de 2014. De volta à Europa envolveu-se com o grande tema: "a crise dos refugiados". Entre 2015 e 2016 percorreu inúmeros campos de refugiados da Europa e do Médio Oriente, trabalhando como fotógrafa e voluntária. No Líbano orientou workshops de fotografia para crianças, o que esteve na origem do projeto HOPEN. Em 2017, de volta ao Rio de Janeiro, realizou uma residência artística na Casa Rio, que resultou na exposição “Na Rota dos Refugiados” e levou-a a desenvolver o projecto HOPEN em Roraima, com refugiados indígenas provindos da Venezuela. Foi a artista convidada da 11ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos, onde expôs o resultado dessa viagem sob o título “Lugares de Refúgio”. Esta exposição esteve patente no MAM - Museu de Arte Moderna, no Rio de Janeiro, em Junho/Julho de 2017.

Eventos relacionados

 
Logo 365Algarve

Subscreva a nossa newsletter para receber os eventos do 365Algarve .

 
Fechar Newsletter